O Ubuntu (ainda) não é para mim

Depois de instalar, e reinstalar o Karmic Koala, devido à falta do Google Gears em 64Bit, posso dizer que tive uma experiência bastante satisfatória com a nova versão do Ubuntu. A configuração correu sem problemas. Após o primeiro boot, a única coisa que ainda não funcionava era o wifi do meu notebook. Pluguei o cabo de rede, cliquem em “Drivers restritos”, “Ativar”, “Reiniciar” e pronto!

Já estava tudo funcionando.

O Ubuntu vem com um conjunto bastante razoável de softwares, que permitem que você já saia fazendo quase tudo que precisa em seu computador. O suporte a mp3 e flash é facilmente instalável, mas devido à questões de licensiamento, não vêm pronta para usar, o que pode irritar alguns usuários. O OpenOffice é uma suite à altura da versão da Microsoft para a grande maioria das pessoas que, como eu, utilizam apenas o básico de Word, Excell e Powerpoint. O Firefox é o mesmo de sempre, excelente. E já contamos com um bom programa de mensagens instantâneas, o Empathy.

Ainda não foi desta vez, porém, que a turma do software livre me convenceu. A situação ainda precária do Google Gears, mesmo em 32Bit; a falta do iTunes para sincronizar com meu iPod touch (parece que estão tentando contornar esse problema http://marcansoft.com/blog/2009/10/iphone-syncing-on-linux/ ) e a versão bem mais estável e completa do Chrome, fizeram-me, pelo menos por enquanto, manter-me fiel ao Windows 7 64Bit.

Acredito que nas próximas versões isso possa mudar, mas recomendo fortemente que todos deixem a desconfiança de lado e façam um teste de pelo menos uma semana com o Koala Kármico. Ele pode surpreender muitos com sua facilidade de uso e instalação e a certeza que ninguém vai te prender por usar aquela cópia não-tão-legítima do Windows.

9 opiniões sobre “O Ubuntu (ainda) não é para mim”

  1. Nossa! Sid, renascido das cinzas!!!
    Bom, também tive a oportunidade de conhecer o Linux, mas através do Kubuntu 9.04.
    Estou bem satisfeito. É questão de se acostumar mesmo. Não é nenhum bicho de sete cabeças! Sempre tive um preconceito em relação ao Linux (coisa de nerd, difícil de mexer e etc). Mas como o Sid disse, acho que só experimentando para ver.
    Uso o OpenOffice, Gimp, rhythmbox (que sincroniza com Ipod), firefox e mais outro programas livres. Em breve pretendo aprender a mexer no Latex.
    Estou pensando em fazer dual boot no cpu de casa. Só preciso ver como vai ficar a questão de partições do HD!

  2. feliz, pelo q o meu irmao disse, o (k)ubuntu 9.10 ta bem legal… eu nao sabia que o 9.04 parou no KDE 4.2.XXX, se vc fizer o upgrade para o 9.10, ele vai instalar o KDE 4.3.XXX, que ta bem legal. mas se vc ta satisfeito assim, nem precisa esquentar a cabeca.

  3. Hey Sid,
    pra sincronizar o ipod eu deixei de usar o itunes faz um tempo, inclusive no windows. tenho usado o songbird, que está cada vez melhor e promete na proxima versão ter tbem um cd-rip, just like itunes 🙂
    Uso o linux na usp desde o inicio do mestrado e após alguns problemas iniciais posso dizer que não tenho problema nenhum com ele hj. Só não coloco no meu computador de casa pq adoro um game na internet que infelizmente só rodam em windows (alguns pouco pra mac).
    saudadaes…bjsssss

  4. Sid, sugiro também o gtkpod para sincronizar o ipod. excelente.

    Paul, tinha esperanças de usar o latex, mas na atual conjuntura (correria de última hora para entregar a dissertação), não vai rolar…uma pena.

  5. Verô, Caqui, obrigado pelas dicas.
    Vou testar depois, mas parece que ainda não tem uma solução fácil para sincronizar o iPod Touch no Linux.
    Abraço!

  6. nao sabia desse problema para sincronizar o touch/iphone…. isso eles devem resolver rapidinho.

    O songbird é REALMENTE mto bom! vale a pena dar uma olhada.

  7. Daria uma nota 7 para o Karmic Koala. Ele está mais leve, com tempo de boot e de desligar muito menores (principalmente desligar, está bem rápido), melhorou um pouco a aparência e acho que ficou mais intuitivo para iniciantes (pra instalar programas e configurar). Mas ainda sofro com uma série de bugs e instabilidades que ahhhh, enchem.

    O mais gritante, introduzido na versão 8.04, se eu me lembro, foi ter que colocar a senha do wifi toda vez que ligasse o computador fazendo o login automático… af, não dá. Eis que depois de instalar o Karmic (zero bala, não upgrade) ocorre o mesmo problema… fiz umas gambiarras e consegui arrumar para a rede de casa. Agora pra redes de fora ele sempre pede a sua senha de usuário pra conectar (a senha da rede ele salva).

    Outra coisa é impressão. Na versão 6.10, que foi a primeira que usei pluguei na impressora e imprimi. Daí por diante nunca consegui imprimir sem passar algum tempo tentando…

    Uma coisa que era pra ser boa, mas ainda está mal configurada é o PulseAudio, o sistema de som. Segundo o criador do sistema a culpa é do Ubuntu, que não configurou direito (nas outras distribuições aparentemente é uma maravilha, mas nunca usei). O resultado é instabilidade e falhas no som quando está tocando coisas simultaneamente (e.g., falha a música quando toca o sonzinho do skype). Não é muito evidente, pra falar a verdade melhorou muito desde a versão 8.10 (nessa eu desinstalei o PulseAudio pq era inusável…), mas ainda me incomoda.

    Por essas e outras pensei em testar o Debian, mas ainda não tive tempo pra formatar tudo de novo e tal… Fiquei com vontade de testar o Kubuntu. Sempre me adaptei melhor ao Gnome e nunca gostei dos nomes dos programas começando todos com K :P, mas estou procurando alternativas.

    O Empathy pode ser mais legal tecnicamente, mas ainda prefiro o Pidgin. Tentei usar, mas não consegui fazer ele me mostrar as novas mensagens, então nunca via que alguém tinha respondido (a Ju que o diga)!

    Uma coisa que não gosto do SongBird (além dele estar um pouco acima do peso) é que ele modifica seus arquivos de música sem avisar! Ele embed as capas dos discos dentro dos arquivos. Pra mim foi um problema, pois ele fez isso com vários arquivos torrents meus… e zuou tudo. Ultimamente tenho usado o Banshee, que é mais levinho e bacaninha que o Rhythmbox (tb sincroniza ipods – não sei se touch).

    Apesar dessas minhas nóinhas em termos de usabilidade o Ubuntu evoluiu muito desde a versão 6.10, espero que continue.

    1. Nao uso ubuntu… é mto windowsado para meu gosto, eu uso fedora, mas vamos lá:

      “O mais gritante, introduzido na versão 8.04, se eu me lembro, foi ter que colocar a senha do wifi toda vez que ligasse o computador fazendo o login automático… af, não dá. Eis que depois de instalar o Karmic (zero bala, não upgrade) ocorre o mesmo problema… fiz umas gambiarras e consegui arrumar para a rede de casa. Agora pra redes de fora ele sempre pede a sua senha de usuário pra conectar (a senha da rede ele salva)”

      vc usa o KDE wallet para salvar as suas senhas? tem como remover essa senha de login. nao lembro exatamente como eu fiz isso, mas vc só precisa remover a senha de login de um dos itens da lista de passwords que ele salva. dá uma procurada na net.

      “Outra coisa é impressão. Na versão 6.10, que foi a primeira que usei pluguei na impressora e imprimi. Daí por diante nunca consegui imprimir sem passar algum tempo tentando…”

      vc usa CUPS? deveria =)

      “Uma coisa que era pra ser boa, mas ainda está mal configurada é o PulseAudio, o sistema de som.”

      eh, esse pulse audio é meio bizarro, nao gosto muito, mas no meu fedora 10 ta funfando bem… ta bem melhor que o ALSA. antigamente tbm percebia problemas no som (uns “blips-blops” de vez em quando), mas agora nao tem mais.

      “Por essas e outras pensei em testar o Debian, mas ainda não tive tempo pra formatar tudo de novo e tal… Fiquei com vontade de testar o Kubuntu. Sempre me adaptei melhor ao Gnome e nunca gostei dos nomes dos programas começando todos com K 😛 , mas estou procurando alternativas.”

      nunca usei o debian, uso fedora. parece que saiu o fedora 12, mas to no 10 por preguica de fazer o ‘yum upgrade’. Eu gosto do KDE.

      “O Empathy pode ser mais legal tecnicamente, mas ainda prefiro o Pidgin. Tentei usar, mas não consegui fazer ele me mostrar as novas mensagens, então nunca via que alguém tinha respondido (a Ju que o diga)!”

      tbm uso o pidgin. simples e funcional. (apesar de nao aceitar webcam). Parece que o amsn permite cameras, mas me parece pesado demais para um programa que deve ser bem leve.

      Nao uso o songbird aqui no fedora 10 pq ele nao funfa em fedora 10 (é um problema especifico do fedora 10).

Os comentários estão encerrados.