“Eles iam virar meu carro”

Filho do assassino:

— Não foram eles (os ciclistas) que começaram (a discutir), meu pai foi um pouquinho antes. Só que aí começaram a bater a fu no carro. Aí, depois que se entenderam, três caras ficaram na frente do carro trancando só ele, só ele.

Ex-mulher do assassino:

— Tudo começou com ciclistas que até aparecem nas imagens. Eles quebraram os vidros, bateram no carro. Ele buzinou e saiu, só porque tinha uma criança, meu filho de 15 anos, junto. Não botou por cima, senão tinha matado todo mundo. Ele fugiu das agressões — afirmou ela.

Aham. Começaram a depredar o carro, quebraram os vidros. Aí depois se entenderam (?). Logo depois que se entenderam, ele não acreditou que tinham 3 caras na frente dele, SÓ DELE. Depois de se entender ele buzinou e saiu, coisa mais lógica a se fazer. Pessoas de costas não podem se defender. MAS VEJA ele NÃO BOTOU POR CIMA (?!) ele optou por NÃO BOTAR POR CIMA, ele optou por NÃO MATAR TODO MUNDO, ele se DEFENDEU acelerando no meio de uma massa de ciclistas com crianças e idosos.

[parágrafo acima possui elementos irônicos]

Via Zero Hora. Veja comentários de quem estava lá.

Segundo o advogado, ele não teria se apresentado ainda devido ao seu estado emocional:
— Eu estava fora e fui até a Capital para conversar com ele, que ainda está abalado com o que aconteceu. Ele vai colaborar com a investigação.

Estado emocional? O estado COVARDE?

Em tempo, 2 bons textos contextualizando o ocorrido:

Não foi acidente
por Thiago Benicchio

O monstrorista de Porto Alegre
por Renata Falzoni

3 opiniões sobre ““Eles iam virar meu carro””

  1. quer dizer então que o cara abandonou o carro sem placas?! hum,claramente uma ação de quem está só se defendendo!

    bom, o cara é mto burro pq o carro e motor tem números tbm =)

    FAIL!!!

  2. Em Porto Alegre anoitecia, já era fim de tarde
    Um grupo de jovens, cada qual com sua bike
    Fazia um protesto pacífico pelas ruas da cidade
    Pediam mais bicicletas, apesar da modernidade

    Familiares, namorados, amigos a perder de vista
    Até cachorro acompanhava a passagem dos ciclistas
    Um deles que filmava, mal sabia, iria fazer um flagrante
    Motorista atropelou dezenas: imagem impressionante

    Em disparada não prestou socorro, seria proposital?
    Pela violência, parecia que a alguém queria fazer mal
    O carro, todo amassado, encontrado sem placas
    No asfalto, dor, incompreensão, ciclistas em macas

    Mas o (ir)responsável se apresentou na delegacia
    Alegou legítima defesa, disse que linchado seria
    Na TV, testemunhas confirmaram o desentendimento
    O que, claro, não justifica a atitude daquele momento

    O MP e a Polícia Civil pediram prisão preventiva
    Poderá ser acusado de homicídio pela tentativa
    Se é certo que quis proteger o filho que estava no carro
    Não havia outra alternativa? Somente fazer esse estrago?

    http://noticiaemverso.com
    twitter: @noticiaemverso

Os comentários estão encerrados.