Arquivo da categoria: ciências

PDFs da Royal Society

A Royal Society estah disponibilizando artigos publicados desde 1665!!!

de graca!

http://www.journals.royalsoc.ac.uk

Ja baixei varios. Alguns nao estavam disponiveis, mas a maioria estah! Outra coisa, eh preciso se registrar para conseguir pegar os arquivos (pelo menos soh consegui baixar depois de me registrar – que levou menos de 1 minuto…).

O site tem alguns erros. Entao alguns links do pdf nao levam ao pdf e sim ao site acima. Tente abrir os trabalhos a partir da pagina inicial acima que tudo deve funcionar direitinho…

Abracos!

NeLaS

Supressing unwanted memories….

Este foi mais um daqueles dias… não fiz nada produtivo, só resolvi problemas e fiquei pensando em coisas da vida que nem sei quão importantes realmente são. Mas não é sobre isso que queria escrever…. existe um pensamento constante na minha cabeça e isso está me deixando incomodado, ainda mais porque parece estar piorando…
Qual é a melhor forma de tirar uma idéia fixa da cabeça? A melhor forma que encontrei até agora é jogar video game. Sim, esvazia a mente dos pensamentos mais profundos… mesmo assim, quando vc para, lá está ele de volta! Vc pode evitar pensar no assunto… dizem que uma hora ele some… E o pior é que isso parece ser cientificamente estudado e documentado. Aqueles processos de memórias suprimidas do Freud…. sim, fizeram uns estudos que apontam que se vc faz força suficiente pra não lembrar de uma coisa, vc cada vez menos vai lembrar dela até o ponto de vc esquecer completamente. Resumidamente, neste estudo os cientistas treinaram um grupo de pessoas a lembrarem de pares de palavras, de forma que quando uma delas era apresentada, o seu par deveria ser evocado. Simples, não? Pois é, depois deste treino, que demorou alguns dias, os cientistas pediram aos indivíduos que repetissem a tarefa treinada, só que desta vez, alguns pares deveriam ser forçadamente NÃO lembrados (deveriam evitar ao máximo lembrar o par da palavra apresentada). Então, neste novo esquema estas pessoas foram treinadas novamente. Agora sim vem a sacada… após este segundo treino, os cientistas ofereciam aos indivíduos treinados 100 doletas para cada par de palavras que lembrassem (esta seria uma motivação a mais para estimular a lembrança das palavras). E o resultado vcs já devem imaginar: as palavras que foram suprimidas, não evocadas, durante o segundo treino não eram tão lembradas quanto aquelas que não sofrerão o treino de supressão, mesmo com as 100 doletas de estímulo.
Em conjunto estes resultados indicam que se a gente evitar de pensar nas coisas que nos incomodam, elas tendem a ser esquecidas… não que elas deixem de existir, mas parece que as vias neuronais que representam esta memória já não são ativadas da mesma forma. Por isso que em sessões de hipnose e “regressão” as memórias são relembradas… Não se sabe como este fenômeno afetaria as nossas habilidades, ou seja, como a supressão de determinadas memórias alteraria nossa capacidade de executar funções como o andar, por exemplo. É bastante provável, que traumas intensos afetem sim o funcionamento normal de algumas funções básicas…
Concluindo, esse estudo me faz lembrar daquela velha frase “dê tempo ao tempo” pras coisas se resolverem…. É, acho que faz sentido e tem até embasamento teórico agora…
Pra quem quiser aqui tem um link para o artigo em PDF: Supressing unwanted momories