Arquivo da tag: cultura

Exposição de Steve McCurry

Está acontecendo uma exposição do fotógrafo Steve McCurry em Pinheiros, São Paulo.
Essa eu não perco. O cara é foda! Abaixo está sua foto mais famosa.

Steve

Quando:
diariamente de 18/05 (Ter) a 25/07 (Dom)
das 10:00 às 17:00
Quanto: Catraca Livre
Onde: Galeria de Babel
Endereço: R. Virgilio de Carvalho Pinto, 422/426. Pinheiros – Oeste. Telefone: (11) 3825-0507

Fontes: Esquina da Foto e Catraca Livre.

Clipe Skank – Noites de um verão qualquer.

Outro dia estava zapeando a tv e me deparei com o clipe da música Noites de um verão qualquer, do Skank.
A música é legalzinha. Mas o que realmente me chamou a atenção foi o clipe. Ótimos desenhos e o clássico stop motion. Claro que me lembrei do nosso desenhista, Caqui!

O clipe.

SKANK – NOITES DE UM VERÃO QUALQUER – MUSIC VIDEO from CONRADO ALMADA on Vimeo.

O making of, tirado do blog do produtor do clipe, Conrado Almada. Aliás, blog bem legal, com muitos desenhos.

Abraços.

Duas exposições fotográficas imperdíveis!

HENRI CARTIER-BRESSON

bresson

Um dos mais importantes fotógrafos do século XX, Bresson buscava incessantemente momentos harmônicos. A exposição e demais atividades que integram a mostra, nos revelam frações mínimas de tempo em que forma e conteúdo atingem a máxima expressão no visor da câmera.
Organizada por Eder Chiodetto, a mostra é composta por 133 fotografias pertencentes ao acervo da Agência Magnum, fundada por Cartier-Bresson em 1947. Em 45 anos de carreira, Cartier-Bresson criou um estilo único e tornou-se pai do fotojornalismo contemporâneo, ao lado de Robert Capa.

SESC Pinheiros – Espaço de Exposições, Térreo e Sala de Oficinas, 2º andar.
Rua Paes Leme, 195
Pinheiros
17/09 a 20/12/2009

ROBERT DOISNEAU – A RENAULT DE DOISNEAU

Doineau

O fotógrafo Robert Doisneau (1912-1994) era a típica figura do flâneur descrita por Baudelaire. Quando jovem, saía com sua câmera pelas ruas de Paris fotografando tudo o que lhe parecia curioso, focando ora no detalhe de um objeto ora num passante menos apressado. Humanista, como Cartier-Bresson, preferia fotografar pessoas em seu cotidiano, mas necessidades financeiras invariavelmente conduziram seu olhar para os objetos. Começou como assistente de câmera do escultor Andrei Vigneaux, após breve passagem pelo departamento de publicidade de uma indústria farmacêutica e, aos 22 anos, contratado pela fábrica de automóveis Renault, ficou encarregado de vender a imagem de luxuosos carros e registrar o dia a dia da fábrica de Billancourt. São 106 dessas fotos que a mostra A Renault de Doisneau traz para o Centro Cultural Fiesp a partir de hoje com curadoria da historiadora e curadora do acervo da empresa, Ann Hindry.

FIESP
Av. Paulista, 1313
Cerqueira Cesar
27/10 a 06/12/2009

Importante. As duas são de GRAÇA!
Eu vou nas duas! Não sei quando, não sei como, mas aceito sugestões.