Celular tatuado?


Que tal se um dia as pessoas tivessem uma tatuagem que liga pras pessoas, atende chamadas e ainda por cima mostra imagem da pessoa que te ligou??
Pois é, aparentemente isso já foi inventado numa “competição” de tecnologias verdes…eu demorei um bom tempo pra tentar entender como funciona, e vou explicar bem mais ou menos!

Primeiro, uma plaquinha finíssima e super maleável de silício e silicone com Bluetooth integrado é implantada entre a pele e o músculo. Essa plaquinha tem uma pequena célula de energia à qual são ligados dois tubos, um desses tubos se liga numa artéria e outro numa veia. A celulinha de energia converte o oxigênio e a glicose que chegam pela artéria em energia pra plaquinha funcionar, e depois devolve o sangue pra veia, e assim o celular funciona! Simples, não?


E tem mais! A superfície da placa (a que fica em contato com a pele) é sensível ao toque e coberta com uma matriz produtora de pixels que ativa uma matriz correspondente que é tatuada na pele acima (não é tinta normal, mas microesferas que contêm um material que pode mudar de cor – preto e branco – de acordo com a situação do pixel! Simples também, né?

Depois disso é só aproveitar seu celular wireless embutido! Mais um pouco e a gente vai ter código de barras implantados…

Fonte: Terra