Cinderela Baiana (1998)

Em 1998 Carla Perez estrelava o filme “Cinderela Baiana“, dirigido por Conrado Sanchez, diretor e escritor também responsável por outras grandes obras do cinema nacional: Prisioneiras da Selva Amazônica (1987), A Menina e o Cavalo (1983), A Menina e o Estuprador (1982) e, não podemos esquecer do clássico, Como Afogar o Ganso (1981). Olha o nível desse cara!
Pois bem… depois dessa extensa introdução sobre o filme, apresento um pequeno trecho que contém uma das várias pérolas que saíram desse SER único que é Carla Perez.

Pra quem também precisa de legenda:

Me dê isso menina, vc devia estar brincando e estudando. Não jogada na estrada, pra ganhar uns miseros trocados, pra matar a fome. Vai passarinho, vc como a criança tbm tem o direito a liberdade. que adiantam essas campanhas demagógicas se estas crianças continuam aqui na estrada e com fome (joga a enxada). Todos os pequeninos merecem proteção, alimentação, amor e paz (faz a pomba da paz).

Reparem na interpretação completamente natural de Carla ao encarnar a odalisca (que roupa é essa???) que socorre as crianças… é tocante. E claro que no fim estão todos felizes dançando ao som de “Pau que nasce torto, nunca se endireita….” – “Segura o Tchan” do É o Tchan (criativos…)

2 comentários em “Cinderela Baiana (1998)”

  1. Ninja! vc se supera!!!! eu achei que California Girls era a coisa mais bizarra que eu tinha visto, mas a carla perez, realmente é um ser único!!!!

  2. Ninja, vc se esqueceu de incluir um clássico chamado SEM VASELINA!!!! Tudo bem q ele n era o diretor, mas só de participar de um filme desse, peloamordedeus!Esse cara é um astro!

Os comentários estão fechados.