Violência no futebol

Esse post foi inspirado em duas coisas, a primeira é que me lesionei jogando futebol com o pessoal da faculdade e agora terei que ficar pelo menos um mês me recuperando. Levei uma pancada na perna dividindo uma bola que me levou a torcer o joelho e abandonar o campo. Tudo bem, sei que não foi de propósito, afinal a dividida foi com um dos meu melhores amigos, mas entrada foi forte e a lesão podia ter sido mais séria! A outra razão para o post é essa notícia sobre o jogador Niels Kokmeijer que sofreu uma falta terrível e quebrou a perna em dois lugares e por isso não vai poder voltar a jogar. Ou seja, perdeu o “ganha pão”: Entrada violenta dá prisão na Holanda [via Omedi].
A seguir o vídeo da falta cometida pelo jogador Rachid Bouaouzan, que foi julgado pelo tribunal de justiça da Holanda e condenado a cumprir pena de 6 meses de prisão.

O futebol está se tornando um jogo muito violento. Ouvi dizer que iam proibir o “carrinho” no campo, assim como acontece no futebol de salão e, honestamente, acho que seria muito bom. Podem dizer que faz parte do jogo, mas sem o carrinho o jogo seria muito mais bonito, veríamos menos faltas e mais gols, além dos jogadores não terem que sofrer com as lesões constantes, principalmente os atacantes. Resumindo, a gente teria muito mais FUTEBOL ARTE. Jogadores que fazem sua carreira por serem mais fortes e matarem as jogadas na porrada deviam se envergonhar. A arbitragem deve sim ser muito rigorosa e as penalizações aos jogadores mais severas… por que a gente quer ver é FUTEBOL e não luta livre.

Um comentário em “Violência no futebol”

Os comentários estão fechados.