World Naked Bike Ride São Paulo – after

Bem, como prometido eu fui a esse evento que me lembrou muito o interbio, só que de bike.
Infelizmente não levei uma câmera, pois não teria onde coloca-la (hehehe).
Porém, encontrei fotos interessantes na net e me identifiquei por um mínimo detalhe em uma delas.
De início estava apenas sem camisa, porque na concentração na praça havia muitos policiais e fiquei comedido por estar no meio de muita gente ainda vestida. No entanto, assim que começou a andarem, eu resolvi tirar a bermuda, colocá-la na cabeça e encarar o resto de cueca. Não fiquei nú pois não teria onde colocar a cueca.

Bem, sobre a confusão, escapei apesar de ele ter começado bem ao meu lado. Minha opinião é de que não foi aleatório. Prenderam um dos organizadores que estava ao lado de outros pelados. E foi o comandante da operação. Outros policiais não importunaram os pelados. E a TV e midia, pelo que vi no geral, não apontou culpados e relatou só os fatos. Houve alguns comentários errôneos mas nada tão grave quanto em outros erros.
Mesmo assim foi uma perca, pois houve muitos peitinhos aleatórios. Também baleias-brancas e nessa parte nada além de um interbio. E de fato, depois de colocar a bermuda, me senti mais incomodado.
Aqui vai alguns links do evento… Num dos videos faço uma rápida aparição de fundo… imperceptível, claro.
BICICLETADA – DF
CMI

Ano que vem é nóis de novo?

6 comentários em “World Naked Bike Ride São Paulo – after”

  1. Na Folha estava dizendo que a organização do evento considerava ficar totalmente nu proibido!! Isso pode ser verdade??

  2. Bem, não houve grande confusão… O policial veio ao cara do meu lado que estava pelado e disse que eles estava preso. Aparentemente o amigo dele que estava ao lado dele tb estava e disse e perguntou o pq do cara estar sendo preso. Ai ele disse: Leva eu tb. O policial só quis levar o outro cara (que depois descobri ser da organização), alguns ciclista deram um empurra-empurra, a policia levou o cara e depois a peladada mudou de destino para a Delegacia na Av. EUA.
    Não houve aviso nenhum de que se ficasse pelado ia ser preso… pelo menos não lá no local. E havia mulheres peladas ou sem a parte de cima e que aparentemente não foram incomodadas.

  3. Pigozzo, obrigado pelos esclarecimentos.
    Mas confesso que ficou estranho você escrever “faço uma rápida aparição DE FUNDO”.

    Enfim, Brutus, o artigo 233 do Código Penal (zzzzzzzz) diz que é crime “praticar ato obsceno em lugar público”. Isso aí é uma redação tão vaga que se prevê uma pena idiota, só pra polícia fazer o que fez mesmo: estragar a festa.

Os comentários estão fechados.