As gorduras

Todo mundo sabe (ou pelo menos já ouviu falar) que as gorduras trans fazem mal para nosso organismo e que a indústria alimentícia está investindo pesado em novas técnicas de produção para eliminar esse tipo de gordura dos alimentos industrializados.

O que eu nunca tinha ouvido falar era sobre as Gorduras Transgênicas. Em uma visitinha ao tradicional bairro da Liberdade, nos deparamos com uma bebida um tanto quanto esquisita, feita a base de leite e soda. Nélas, com sua atração para coisas estranhas, decidiu comprar para experimentar. Para nossa supresa, olhando o rótulo de tal produto, pudemos observar que o produto continha um outro tipo de gordura, a tal gordura transgênica!

Só podia ser coisa destes excêntricos japoneses…

PS: ainda não provamos o tal leite com soda, e não sei se eu quero…pelo menos tem 0g dessa coisa…

5 comentários em “As gorduras”

  1. Ué, tem ou não tem gordura transgênica…
    Se tem zero, não tem, certo??? Ou seria uma quantidade desprezível????

  2. Hey, eu também quero provar esse bagulho!
    Vale lembrar que a cor lembra um pouco desinfetante… eca…

    Esse negócio de gordura trans/gênica vai dar confusão… Fiz uma busca no google e tão falando de “gordura modificada geneticamente”… Mas parece que estão simplesmente transferindo o que acham que sabem sobre alimentos transgênicos para a gordura. Os conceitos estão se misturando.

    Gorduras trans são resultado de um determinado processamento das gorduras.

    Alimentos transgênicos são produtos gerados a partir de organismos modificados geneticamente.

    Vi uma reportagem com o título “Rótulos têm de informar gordura transgênica”, mas o texto fala sobre gordura trans. Daí fiquei confuso… estão falando da mesma gordura trans de sempre ou gordura transgênica é a “nova mania dos afescalhados” e eu não estou sabendo??? hehe

  3. também me surpreende ser leite e ter 0mg de cálcio!!!

    quando o leite é fermentado ele perde o cálcio?

    “Se tem zero, não tem, certo???”
    Errado, japa. Zero nunca é zero. Se tem zero quer dizer que a porção do alimento apresenta um valor desprezível. Acontece que o tamanho da porção é um tanto quanto maleável, e os fabricantes podem manipular para atingir o “zero”…

    Bom, ele está na geladeira, abrirei-o durante algum evento social.

Os comentários estão fechados.