Arquivo da tag: My drum heroes

My Drum Heroes: Carlos Bala

Num dos (poucos) comentários que esta séries de posts receberam,  foi requisitado a presença de um batera brasileiro. e sim, eu tenho heróis brasileiros, e não, eles não devem NADA para os grandes estrangeiros. Este é um cara que prova o meu ponto, Mr. Charles Bullet!

Sa técnica e domínio do instrumento são impressionantes, como é possível ver nos vídeos abaixo. Inclusive no último vídeo, onde ele dá dicas de dinâmica, é possível ver sua desenvoltura. Ele simplesmente faz uma levada absurda (aliás do tipo que eu sempre quis fazer, mas nunca consegui), que ao mesmo tempo que é muito técnica e tem uma certa complexidade, ela é extremamente suingada e agradável de se ouvir.

Ele já gravou com grandes nomes da MPB, como Chico Buarque, Djavan, João Bosco, Edu Lobo, Nana Caymmi, Gal Costa e a lista vai longe. Maiores detalhes sobre este monstro podem ser vistos em seu perfil no myspace, ou em sua extensa lista de discografia.

E agora com vocês, o mestre, em alguns vídeos com audio razoável que eu consegui achar:

Djavan – Ao Vivo – Boa Noite

Solo Balla

Sivuca – Noites Cariocas

Paulo Calazans & João Castilho – Desconheço o nome desta música (malditos vídeos com descrição incompleta) – Ao Vivo do Sesc Pinheiros.

Carlos Bala – dicas

My Drum Heroes: Gregg Bissonette

Mais um post sobre um multi-homem, ou melhor, mais um cara que toca com Deus e o mundo. Gregg Bissonette é o cara, e buscando material para este post descobri novas curiosidades sobre este batera monstruoso.

O cara esta tocando com o Ringo Starr (e devia ensinar umas coisas pra ele também) e já tocou com Brian Setzer Band, Joe Satriani, Steve Vai, Richie Kotzen, Enrique Iglesias, Larry Carlton, tem CD solo gravado onde o irmão dele toca baixo, tocava trumpete no colégio, mas ele ficou famoso mesmo tocando na banda do David Lee Roth, quando este saiu do Van Halen e montou sua banda destruidora. Dá pra ver dois clipes desta mega (porém poser) banda aqui.

Os três últimos vídeos deste post são no mínimo curiosos: o primeiro mostra sua faceta big-band-jazz-toco-tudo. O segundo, mostra uma música que ele gravou com um famoso personagem da Marvel, que aliás tem um filme muito bom, que foi lançado ano passado (e que eu não sabia que tinha gravado disco). O terceiro é uma propaganda de uma loja/escola de música alemã, onde Mr. Bissonette vai ter sua primeira aula.

Depois destes vídeos, não dá pra dizer que o cara é um iniciante…

Tributo a Buddy Rich – 1989

Zildjan Day – apenas um trecho do maravilhoso solo que ele fez nesta apresentação -1993

Joe Satriani – The Extremist – album “The Extremist” – 1992

Gregg Bissonette – No Hay Parquero – vídeo-aula “Musical Drumming in Different Styles” – 2005

Gregg Bissonette – Big Bang Drumming – vídeo-aula “Musical Drumming in Different Styles” – 2005

Robert Downey Jr. – 5:30 – album “The Futurist” – 2004

Greg Bissonette – First Drum Lesson – Propaganda da “Music ´n´ More Music School”

E no próximo post…vou atender ao pedido do Japa.

My Drum Heroes: Mike Portnoy

Bem, no meu post semanal (que era pra ser postado semana passada) desta semana falarei sobre um dos caras que na minha opinião é um dos grandes bateristas da atualidade. Mr. Mike Portnoy. Tinha pensado em vários nomes pra este post, mas depois de ouvir o novo do Dream Theater (um mes antes dele sair…opa, acho que não devia ter dito isto aqui), e ouvir uma balada maravilhosa de treze minutos (sim, TREZE minutos) não pude resistir.

Esse cara se fosse cientistas, ia estar entre os recordistas de publicações. O cara produz muita coisa. É baterista do Dream Theater, do Liquid Tension Experiment, do Transatlantic, tem algumas bandas tributos (do Rush, dos Beatles, entre outras ) e faz umas video aulas muito legais.

Quem já viu esse cara ao vivo, sabe que ele tem uma desenvoltura absurda, dá pra sentir a intimidade que ele tem com instrumento, parece até que ele dorme, come e faz sexo com o instrumento.

Confiram abaixo alguns trampos do danado:

Clipe do Novo Album, Black Clouds and Silver Linings – A Rite of Passage

Video Aula Liquid Drum Theater – Universal mind

Yellow Master Custard – Beatles Cover – While my Guitar Gently Weeps

Cygnus and the Sea Monster – Rush Cover – YYZ ( Note que além da batera que ele está usando ser muito parecida com a que o Neil Peart usava na turnê do Moving Pictures, o solo de batera que ele faz tem vários trechos que o Neil Peart usa em seus solos).

E por ultimo, e talvez o mais legal…

Dream Theater – Instrumedley parte I ( Todas as instrumentais do Dream Theater em uma música só) – Modern Drummer Festival (Racharam o vídeo no You Tube)!

Instrumedley parte II

My Drum Heroes: Vinnie Colaiuta

Bem, escapando um pouco de discussões evolucionistas, criacionistas, o meu post dessa semana vai para o cara, que na minha opinião, é uma das lendas vivas da bateria, Vinnie Colaiuta.
O cara é um monstro e já tocou com tudo quanto é gente, de tudo quanto é estilo músical. De Chick Corea e Herbie hancock a Ivan Lins, de Sting a Megadeth, de Djavan a Frank Zappa, de Backstreet Boys e Pussycat Dolls a Celine Dion, o cara sempre mostra sua excelente técnica e ecletismo, muitas vezes fazendo linhas de batera sutis e que complementam a música. Algumas vezes ele faz levadas mais intrincadas, mas perfeitamente no contexto, e outras vezes, principalmente nos trabalhos mais jazzistas, ele simplesmente destrói.
Vale a pena conferir o cd solo (que tem o nome dele por acaso). Um belíssimo cd de fusion, daqueles que é difícil de digerir de cara, mas com certeza, pode ser enriquecedor em termos músicais. O último vídeo aparece ele com uma banda tocando a primeira música deste CD e inclusive explicando como ele faz aquela maluqice de como a batera parece “torta” em diferentes lugares. Vale a pena perder um tempo para ver isso. O segundo vídeo mostra um clipe do sting com um tempo um tanto diferente para uma música pop.

Vinnie Colaiuta e Herbie Hancock – Parque Villa lobos – Telefonica Open Air – Cantaloupe Island (Sim, eu estava lá e vi isso…o som não está perfeito, mas já dá pra ver um pouco do que foi).

Sting – Seven Days.

Megadeth – Kick the Chair – O vídeo foi feito por um fã e o cabeludo do clipe não é ele, mas foi ele quem tocou no disco. Sim, ele sabe tocar Metal!

Um clássico: Vinnie Colaiuta, Steve Gadd e Dave Weckl no tributo a Buddie Rich.

I´m tweeked – do disco “Vinnie Colaiuta”.

My Drum Heroes: Shane Gaalaas

Bem, faz muito tempo que não posto nada por falta de vergonha na cara, e também porque nunca acho um assunto interessante pra postar. Então me veio a ideia meio maluca (sim, porque  provavelmente isso pode não interessar a muitas pessoas) de colocar aqui bateristas que me impressionam e que na minha opinião merecem um maior destaque.

Vou começar com um cara que até onde eu sei, não é muito conhecido, mas toca um absurdo, é um cara chamado Shane Gaalaas, que já tocou com Yngwie Malmsteen e toca numa banda animal chamada Cosmosquad. O que mais me impressionou foi o fato do cara parecer mais um daqueles bateras de Metal robozinho, que toca aquele tucum taco tucum de Metal no Malmsteen, mas ouvindo os sons do Cosmosquad vi que o cara tem um baita groove fazendo umas levadas que vão desde o funk até o ritmo latino, sem deixar peso e agressividade de lado.

Aqui vão uns videozinhos do cara:
Gaalderbladderass

Solo de batera no Yokohama Stadium

Cosmosquad no Baked Potato: The spy who ate her.


Pra quem não conhece Cosmosquad vale a pena conhecer.  Um bom lugar para começar é o myspace deles.

Bem, por hoje é só…até a próxima.